eventos e notícias

Rede Salesiana Brasil marca presença na certificação do Selo Social DF 2020 Em destaque
A Rede Salesiana Brasil é a instituição que viabilizou a vinda do projeto Selo Social para o Distrito Federal

Nesta terça-feira (03), no auditório do UniCEUB de Brasília, Campos Asa Norte, aconteceu a Cerimônia da Certificação do Selo Social DF 2020, onde foram apresentados os resultados do trabalho das instituições cadastradas no Selo Social do Distrito Federal, projeto este desenvolvido em parceria com o Instituto Abaçaí e a Rede Salesiana Brasil (RSB).

 

Os diretores-executivos da RSB, Ir. Silvia Aparecida da Silva e Pe. Waldomiro Bronakowisk, estiveram presentes no evento, reafirmando o papel da Rede na promoção do desenvolvimento integral das novas gerações e a superação das diferentes formas de pobreza e exclusão. Em seu discurso, Ir. Silvia relembrou o início da parceria com o Instituto Abaçaí: “Nosso primeiro contato, enquanto Rede Salesiana Brasil, foi em junho de 2015, quando Áureo Giunco Junior, diretor presidente do Instituto Abaçaí, veio à Brasília para uma reunião com diversas organizações, com a finalidade de iniciar uma reflexão sobre a possibilidade de trazer o Programa Selo Social para o Distrito Federal. Como a RSB acabou sediando este momento, a pedido do Instituto Abaçaí, a diretoria executiva da RSB, participou da apresentação do Programa e da proposta de trazê-lo para o DF. Ali nascia um Projeto de Parceria! ”

 

Destacando o alcance do Selo Social, somente de 2019, foram 135 organizações certificadas, 390 projetos executados e 1.260 impactos sociais. “Podemos sim, transformar o mundo começando concretamente pelo local onde vivemos. Essa certeza faz com que todos nós estejamos aqui hoje, para celebrar a conquista da esperança, do bem querer, da construção coletiva em favor de um mundo melhor! ”, comentou Ir. Silvia sobre os números do Selo Social em 2019.

 

A Editora Edebê Brasil, uma das investidoras distritais do Selo, foi representada pela pessoa do Pe. Waldomiro Bronakowisk. Estiveram também presentes os demais investidores do projeto: Hospital Santa Marta, Instituto Sabin, Eagle, Absolutus, Farmacotécnica, Medlife, Soma e VBS.

 

  

 

Sobre o Selo Social

 

O Selo Social visa reconhecer as organizações que contribuem com o desenvolvimento social local. A certificação consiste em um documento que reconhece organizações socialmente responsáveis que participaram dos encontros de formação durante o último ano, têm regularidade fiscal, desenvolveram projetos em parceria com outras organizações e declararam seus impactos sociais. Todas as organizações e projetos selecionados recebem assessoria do instituto e passam pelo crivo de um conselho local, de acordo com critérios pré-estabelecidos.

 

Vale ressaltar que o processo é totalmente gratuito aos participantes, graças ao investimento de empresas locais que ofertam, juntamente com o Instituto Abaçaí Brasil, o Programa Selo Social. Conheça mais sobre essa iniciativa em: selosocial.com

 

Para inscrições para o próximo ciclo de certificação, clique aqui.

 

Trajetória do Selo Social no DF

 

2015 – Primeiros passos do Programa no Distrito Federal: assinatura do termo de parceria, composição do Conselho Distrital, ampliando as forças com novas parcerias;

 

2016 – Tempo de mapear a realidade, somar forças com outros parceiros, entender o território do Distrito Federal;

 

2017 – Colocamos em marcha o Programa com o Ciclo: Reconhecendo e Transformando nossa Cidade. Neste ano, 16 organizações participaram, 19 projetos foram executados, resultando em 61 impactos sociais. A Cerimônia de certificação neste ano, foi o ponto alto do Programa, despertando novos parceiros e outras organizações para a participação;

 

2018 – Fechamento do segundo Ciclo: Integrando e reconhecendo o Distrito Federal. Aqui já surgem novos números: 24 organizações participando, 78 projetos executados, com 188 impactos sociais. As notícias correm, o Programa torna-se mais conhecido e reconhecido;

 

2019 – Conclui-se o terceiro Ciclo: Planejando e Inovando. 33 organizações participantes, 77 projetos executados e 179 impactos sociais.

 

Fonte: RSB-Comunicação