eventos e notícias

Escola Dom Bosco lança campanha para doação de mil cestas básicas Boas ações
Doações são destinadas às famílias dos Jovens Aprendizes que foram demitidos devido à pandemia do novo coronavírus

A obra social salesiana Escola Dom Bosco, em Recife (PE), lançou, nesta segunda (20), uma campanha de arrecadação de cestas básicas para mil famílias carentes da Região Metropolitana, em especial, às famílias dos 120 jovens em situação de vulnerabilidade social atendidos pela obra que perderam os contratos do Programa Jovem Aprendiz e foram demitidos devido à pandemia do novo coronavírus.

 

Diante das medidas de isolamento social para combater o avanço da COVID-19, a Escola Dom Bosco conta com o aplicativo União pela Vida (UPV). Baixando o app no celular (disponível para os sistemas Android e IOS), é possível fazer a doação em dinheiro de maneira rápida e segura. Também dá para contribuir com a obra direto do site da União pela Vida.

  

Outra forma de ajudar é doando alimentos não-perecíveis na sede da instituição: Avenida Engenheiro Abdias de Carvalho, número 1855, bairro do Bongi. O posto de arrecadação funciona de segunda a sexta, das 8h às 16h.

 

''Trabalhamos com aprendizagem dando oportunidade de emprego a jovens de 14 a 24 anos. O nosso público é formado por aqueles que estão na pobreza ou são vítimas do trabalho infantil, além dos que cumprem medidas socioeducativas e demais integrantes de grupos de risco, que não podem ficar desassistidos neste momento'', afirma a psicóloga da Escola Dom Bosco, Luana Azevedo.

 

Para tirar dúvidas ou obter outras informações, os interessados podem entrar em contato pelo telefone (81) 2129-4501 ou pelo e-mail psicologia.edb@isneb.org.br

 

Sobre a Escola Dom Bosco

 

A obra social salesiana Escola Dom Bosco, uma das Unidades de Assistência Social da Inspetoria Salesiana do Nordeste do Brasil e integrante a Rede Salesiana Brasil de Ação Social, nasceu do sonho de São João Bosco de promover cidadania e lutar pela transformação social de adolescentes e jovens.

 

Há 71 anos, a instituição oferta cursos profissionalizantes e o Programa Jovem Aprendiz beneficiando mais de 1.200 pessoas em situação de exclusão e vulnerabilidade social. E tudo isso só é possível com a ajuda de parceiros e benfeitores que acreditam e investem no potencial dos jovens. 

 

Fonte: Diário de Pernambuco