eventos e notícias

Ex-aprendiz salesiano ganha bolsa para estudar no exterior Em destaque
Ayrton Cordeiro é acadêmico do curso de Direito da Católica de Vitória e ex-aprendiz do Cesam-ES

Ayrton Cordeiro é acadêmico do curso de Direito da Católica de Vitória Centro Universitário e ex-aprendiz do Cesam-ES. O jovem, que sempre estudou em escola pública, foi um dos ganhadores da bolsa Ibero-americana, um programa realizado pelo Banco Santander que ofertou quatro bolsas de R$3 mil euros para alunos da Católica de Vitória, com vagas para de intercâmbios em universidades na Argentina, Colômbia, Chile, Espanha, Peru, Porto Rico, Portugal, México e Uruguai.

 

Ayrton contou que optou por cursar Direito, pois já estava familiarizado com a área após trabalhar como aprendiz no Tribunal Regional do Trabalho (TRT-ES). “O meu primeiro contato com o Direito foi proporcionado pelo Salesiano, por meio do programa Jovem Aprendiz do Cesam, onde eu trabalhei no TRT-ES”.

 

Ele sempre foi estudioso e de família humilde, mesmo assim nunca desistiu dos seus sonhos e correu atrás da sonhada graduação. “Minha família não tem condições de arcar com meus estudos, por isso, fiz o Enem e consegui ganhar bolsa integral no ProUni aqui na Católica de Vitória. Eu trabalhava o dia inteiro e depois vinha à noite para a faculdade”.  

 

Além da graduação, outro grande sonho do Ayrton era fazer um intercâmbio e, em novembro, ele conseguiu realizar mais uma conquista. “Minha família não tem condições de arcar com tudo que preciso para ir para outro país, mas sempre tive fé em Deus que conseguiria e consegui”.

 

Mas a bolsa de intercâmbio não veio tão fácil, como muitos pensam. O estudante se destacou entre os professores por sempre ser ativo e se interessar pelos projetos acadêmicos. “Um dos requisitos para o Ibero era ter participação em projetos científicos da faculdade e notas boas. Eu sempre fui muito ativo e estava confiante”.

 

Questionado sobre o segredo da persistência, o ex-aprendiz do Cesam disse que a fé é algo muito presente em sua vida e acredita que isso tenha auxiliado. “A minha fé foi uma das coisas mais fundamentais de projeção, porque não conseguia ficar parado, nunca ir para trás. A potência que nós temos dentro de nós, acreditando em nós mesmos e tendo pessoas ao redor que te colocam para cima, e você acreditando, você consegue ir além”.

 

Fonte: CESAM-ES