eventos e notícias

CESAM/GO realiza Oficina de Musicoterapia em parceria com Universidade Federal de Goiás (UFG) Em destaque
Momento musical teve participação de ex-aprendiz da obra social salesiana, recém-formada em musicoterapia pela UFG

No dia 18 de dezembro, os Aprendizes do CESAM/GO participaram da oficina de musicoterapia realizada pela Prof.ª Eliamar, juntamente com a ex-aprendiz da obra social salesiana, Mariana, que também é recém-formada em musicoterapia, e Ítalo que está prestes a concluir o curso, ambos da Universidade Federal de Goiás (UFG).

 

Após uma apresentação geral sobre o curso, a inserção na UFG e a área de atuação, o trio desenvolveu um momento prático com os aprendizes, onde eles puderam conhecer os benefícios da musicoterapia que, por meio de instrumentos, música, dinâmica e brincadeiras de roda, estimulam a coordenação, a interação, o ritmo, a emoção, a criatividade, a expressão corporal e a concentração. Logo em seguida, houve uma roda de conversa, na qual os aprendizes puderam relatar sobre a experiência pessoal com a musicoterapia.

 

A aprendiz Héryka Leydianne Gonçalves Silva, em seu depoimento disse: “Acredito que a palestra e a experiência com a música me trouxeram esperança, mostrando que apesar das dificuldades somos capazes de conseguir enfrentá-las e realizar nossos sonhos, ir em busca do que queremos. Não devemos nos deixar vencer pelos problemas, somos mais que capazes de alcançar o que almejamos”

 

O Aprendiz Alair de Paulo Filho comentou que: “Particularmente eu achei bem interessante. Deu para sentir cada som e nota, que cada reação é diferente da outra, havia instrumentos que eu nunca tinha visto e que não sabia como funcionavam e isso me fez pensar que a vida também é assim, sempre aparecem coisas que você nunca viu, mas, não podemos desistir por isso, temos que ter curiosidade e vontade de aprender, temos que nos esforçar pois, assim como na música, também temos que tentar achar harmonia em nossas vidas”.

 

A Musicoterapia é destinado à formação do musicoterapeuta, habilitando esse profissional a utilizar a música como matéria-prima de seu trabalho na área terapêutica. A musicoterapia pode ser aplicada tanto na prevenção quanto no tratamento de diversas doenças, nas diferentes faixas etárias, não sendo necessário ao paciente qualquer conhecimento prévio de música. 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação – CESAM/GO