eventos e notícias

Dia S de Solidariedade Boas ações
Um carta de agradecimento e emoção para a Família Salesiana

Queridas (os) Irmã Dircione, Irmã Sílvia, Irmã Imaculada e Pe. Agnaldo,

 

Inicio a semana agradecendo a vocês por terem nos proporcionado a ideia do Dia S. O Dia S foi um momento de se encantar, foi uma proposta, que neste momento estou escrevendo para vocês e emocionada. 

 

Senti Deus conosco. Senti anjos por todo lado. Senti Dom Bosco e Madre Mazzarelo. Senti no brilho radiante dos olhos de nossos educandos e familiares, uma alegria que nos anos todos que trabalho nesta Casa da Alegria, jamais havia visto, uma alegria que passava do coração para o sorriso e saia de forma radiante.

 

Senti as irmãs Salesianas que estavam em Cachoeira do Campo, mas com o coração aqui. Senti familiares entusiasmados e compromissados com uma festa que era nossa, cada um assumiu seu papel em cada equipe com responsabilidade e um orgulho, que estou digitando e lembrando da postura física dos familiares. Os pais que eram da Equipe de logística e chegaram às 6 horas da manhã, com um sorriso, um carinho, uma gratidão estampada, que lágrimas fizeram parte do meu dia. No silêncio, ia visualizando os detalhes, as atitudes. Algo que foi contagiando a todos que estavam ali e ao redor. 

 

Segundo as mães, hoje de manhã, comerciantes e funcionários, queriam saber de onde eram aquelas pessoas lindas, sorridentes... O responsável pelo ponto de Táxi que nos cedeu a luz para colocar a televisão ligada, passando vídeos e fotos, nos procurou para dizer que nunca tinha visto na praça pessoas tão felizes e educadas. Que podem contar com o apoio deles sempre. Foi uma mistura de emoção que até agora não consegui assimilar.

 

As mães na sexta-feira, após a reunião de quinta-feira, se organizaram para ganhar frutas para o evento. Ganhamos tantos milhos de pipoca, que alimentou a multidão e ainda sobraram dois fardos cheios. 

 

Na segunda-feira, Barbacena estava com um frio de 10 graus, os corações ficaram acelerados, mas, no sábado, o Céu estava azul de Salesianas, o sol estava lindo e radiante. Não tenho dúvidas que Deus estava contribuindo com a beleza mais exuberante. Eu vi o maestro da Banda do Batalhão com sua postura firme diante dos policiais, mas com as lágrimas caindo delicadas quase invisíveis de se ver. Os educadores trabalharam incansavelmente e felizes, aqui demonstrava um cenário, acredito eu, vivido por Dom Bosco, na Sociedade da Alegria.

 

Os equipamentos sociais presentes, foram por conta própria, era dia de folga, mas fizeram questão: CRAS, CREAS, Conselho Tutelar, hospital Santa Casa, Hospital Amigo da Criança, Sorrisus tratamento dentário, além dos parceiros presentes: Faculdade, Escoteiros, Academia Hitmus, Balé CEFFEC, enfim, foi uma mistura de alegria e clima de família.

 

E a preparação que antecedeu, preparação sobre os Direitos Humanos, feito com os familiares na Reunião de Pais na quinta-feira, e educandos durante toda a semana, era lindo vê-los explicar e saber dizer os direitos. Foi lindo vê-los nos stands, conversando, refletindo, buscando assessoria jurídica gratuita. Os direitos humanos foram celebrados e aprendidos e o que atingimos e foi mais gratificante, foi ver a população de Barbacena, no Centro da Cidade, local este não visitado por muitos, olhando para eles como pessoas, Seres de Luz, Crianças e adolescentes, Pessoas com dignidade, respeito e reverências. Eles foram aplaudidos dos prédios, das lojas, pela Polícia, pela Guarda Municipal, pelos Escoteiros, por pessoas representantes de várias religiões. 

 

Estou tentando narrar para vocês o que foi o Dia S. S de Salesianas, S de Dom Bosco e Madre Mazzarello, S de amor, S de Sistema Preventivo, S de Família, S de Dignidade, S de Cidadania, S de Sim. Eu amo a Família Salesianas, foram tantos significados, tantos sentimentos. 

 

E o mês continua, com palestras, temos o Gesto concreto que os familiares estão animados e faremos, até no dia 14 de agosto, que será feriado aqui em Barbacena. Nossos Direitos Humanos continuam sendo lembrados por aqui. 

 

Obrigada por acreditarem em nós, nas crianças e nos adolescentes.

Obrigada, Rede Salesiana Brasil de Ação Social. 

Juntos podemos mais, precisamos dar as mãos!!!

 

Ficaremos para a história de Barbacena!!!

 

Recebam meu carinho e gratidão, em nome desta Casa da Alegria que hoje está com o sorriso mais lindo e os olhos brilhantes.

Que venham os novos padrinhos, e amanhã tem Gesto Concreto. 

 

Abraços carinhosos, 

Comunidade Educativa da Ação Social do IMI