eventos e notícias

Obra Social São João Bosco oferece formação sobre a Quaresma e a Campanha da Fraternidade 2018 Pastoral
Irmão Luís Antônio Amiranda fala sobre a Campanha da Fraternidade 2018 e a violência no Brasil

Quarta-feira de Cinzas, dia 14 de fevereiro, além de um dia de jejum e oração, também foi dia de formação para os colaboradores da Obra Social São João Bosco, em Campinas. A instituição busca, todos os meses, apresentar temas relevantes a todos os envolvidos com a educação social e infantil e, neste mês, selecionou temas referentes ao período, que serão explorados também junto aos educandos.

 

O Padre João Gabriel, coordenador de Pastoral do Liceu Nossa Senhora Auxiliadora, também em Campinas, abordou a Quaresma como tempo de mudar a rota do coração. O Padre lembrou os colaboradores que o tempo quaresmal é o período de preparação para vivermos o evento principal da fé católica, a Páscoa. Os quarenta dias são necessários para o amadurecimento e o crescimento pessoal e espiritual. Além disso, o Padre também disse que tudo isto tem a ver com a missão do educador salesiano que é fazer com que os atendidos se desenvolvam sadiamente, e incentivou-os a levar este crescimento proposto pela Quaresma a projetos com os educandos.

 

Outro tema abordado na formação foi a Campanha da Fraternidade deste ano, que propõe uma reflexão sobre a Superação da Violência. Irmão Luís Antônio Amiranda forneceu dados sobre a violência no Brasil que, além de alarmantes, envolvem a população e a faixa etária atendidos pela obra. O Irmão também expôs a violência como uma questão histórica e social e, à luz da Bíblia, refletiu com os colaboradores sobre uma maneira de superar a violência: o amor. “Toda violência é devida à falta de amor”, afirmou. “Estar com o Criador é estar em harmonia e em paz”, declarou. A Igreja vem propondo a cultura do diálogo como forma de acabar com a violência.

 

Ao final do dia, todos os presentes participaram da Santa Missa de Cinzas, celebração especialmente preparada para que todos pudessem melhor iniciar este tempo de conversão.

 

Fonte: Comunicação - Obra Social São João Bosco